Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Esta manhã, no carro

- Mamã! Có-có.

 

- Doidas, doidas andam as galinhas

  Para pôr o ovo lá no bura....

 

- Mamã! Cá-cá!

 

- A roda do autocarro roda, roda, roda, roda

  A roda do autocarro roda, roda

  Pela cidade.

  Os limp....

 

-Mãmã! O úúúa du Júá.

 

- O balão do João, sobre sobe pelo ar

  Está feliz o petiz, a canta....

 

- Mãmã! Mamã! Có-có! 

 

Acho que está na altura de colocar as músicas a rolar no carro! 

Só eu #9

Sábado, antes da cerimónia e par de duas de letra com o noivo, comento para o homem:

 

- Devem andar por aqui muitas abelhas...

 

- ?????

 

Lá tive eu que explicar, uma pessoa tem sempre que explicar tudo, perante o seu ar de quem ouviu mandarim ou hebraico:

 

- Não estás a ouvir este zum-zum? De certeza que são abelhas!

 

Depois de me levantar o sobrolho, em jeito de perplexidade, revelou:

 

- Oh mulher! - juro que me falou assim - Tu não vês que são os drones dos fotógrafos?

 

Ainda sem acreditar e sem perceber muito bem para raio um fotografo quer uma-cena-voadora-que-mais-parece-um-brinquedo-de-adolescente, lá constatei que de facto o homem tinha razão, eram mesmo os fotógrafos a brincar com aquela coisa.

A pergunta que agora impera no ar é: desde quando é que fiquei tão velha? Casei há meia década. Cinco anos! Não vinte, não trinta, mas cinco. Não ouvi, nem nunca tinha ouvido, falar em drones para fotógrafos, muito menos para casamentos. Mesmo assim, ficar embasbacada, a admirar aquelas coisas modernas, pensando como a tecnologia evolui, é mesmo à velha.

 

 

Diário de uma preguiçosa aspirante a fit #5

Estive a isto - imaginar espaço minimo entre indicador e o polegar - de não pôr os pés no ginásio, hoje. Tive um fim de semana duro, do qual só devo recuparar lá para quarta feira, enfardei que me fartei, tenho sono, quero ronha, sopas e descanso.

Mas o compromisso, esse grande sacana, falou mais alto e lá me fui mexer. Saí de lá melhor, com outra disposição, mais leve.

Tenho a certeza que amanhã não me mexo, mas....

Caracol-1 Preguiça-0

O universo conspira contra mim

Ou então estou com um pico dramático-histérico-de-gaja.

Tenho um casório amanha, não sei se se recordam, e depois de umas mudanças de ultima hora no visual do homem, de trocas e baldrocas com as minhas sandálias eis que:

- me nasce uma espinha no queixo. Não meus amigos, não é uma borbulha, é uma espinha. E das bravas. Mais parece o monte de Vesúvio. E não estou a exagerar.

- depois de quase dizimar a espinha (recomendaram-me um produtinho ultra milagroso para as sacanas, quando puder falo dele), aparece uma herpes.

Olha a puta da sorte! Rais parta!

 Do mal ao menos, não é das bravas e já ataquei com fenivir sem dó nem piedade, mas o que se segue? Um treçolho? Um quisto sebáceo na testa? Uma queda no adro da igreja?

Só me faltava logo estragar a roupa com o ferro. É que era só o que me faltava!

Diário de uma preguiçosa aspirante a fit #4

Aposto que pensaram que me baldei, não foi?

Mentes preguiçosas, vocês.

Pois que não, retomei o ginásio no dia 1, não sendo tão difícil como pensei, até porque - não acredito que vou dizer isto - já lhe sentia a falta.

Hoje lá irei outra vez até porque esta semana há:

- aniversario do sogro

- casamento de amigos

- festa na terra

Vou ter isto em mente quando quiser mandar o monitor às urtigas durante o treino de hoje.

Partilhas #1

Perdi algum tempo, não muito confesso, a ponderar se deveria ou não escrever sobre isto e cheguei à conclusão que sim, faz sentido pô-lo em palavras. É algo que fará parte da minha vida durante os próximos tempos, pelo menos assim o espero, porque não?

Não vou lavar roupa suja aqui, muito menos apontar o indicador a alguém. Não escrevo para isso. Escrevo para aligeirar as coisas, torna-las mais leves, pôr o pensamento mais prático.

Quem está de fora racha lenha - já diz o ditado. Às vezes quem está de fora, mesmo estando lá dentro, consegue abstrair-se do "problema", distanciar-se o sufuciente do lume por saber que queima, que não vale a pena ir por ali.

Para já, para já, posso afiançar-vos: sobrevivemos todos à primeira reunião.

O primeiro primeiro passo está dado, não importa quem mexeu os pés nesse sentido. Não importam as cabeçadas, as vozes levantadas, os rancores guardados. Importa avançarmos no mesmo sentido, tendo consciência que a resolução é melhor final para todos.

 

 

Pág. 2/2