Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Decisões

Tomei uma decisão.
Já chega de viver assim, sempre no fio da navalha, sempre sem saber o que vai acontecer a seguir, tentando antecipar o frio que nos gela os ossos e as entranhas.

Já há algum tempo que vimos a discutir este assunto lá em casa, mas não dá para adiar mais. Há decisões e caminhos que não se fazem sozinhos, temos de ser nós a traçar o nosso próprio destino, fazendo corretamente a cama onde nós iremos deitar.

Já alertei o homem para esta mudança. Olhou-me de frente, engoliu em seco e afiançou de forma segura "Já tinha pensado o mesmo. Acho que é mesmo o melhor para nós".
Respiro fundo e avancei com a decisão.
Vamos ser mais felizes assim, não tenho a menor dúvida.

Decisões destas não se tomam de ânimo leve, mas nós assumimos que havia um problema, tentamos resolver da melhor forma e percebemos que esta era a melhor solução para nós e para a nossa relação.

Ele já não se vai queixar dos meus pés gelados enquanto os tento aquecer nas pernas dele.
Eu já posso sossegar no meu canto, com a certeza que não me vão faltar cobertores do meu lado.

Mudamos finalmente para lençóis polares!
E estamos mesmo felizes com esta decisão, muito mais confortáveis e quentinhos. 😁
Não tenham medo de dar esse passo tão importante na vossa vida. Há coisas que voltam a ser como antes, os dedos dos pés infelizmente não fazem parte delas. 😉

Senhora Dona Mamã, faxabore

Ora bem, parece que agora é de bom tom pedir autorização aos miúdos bebés para lhes trocar a fralda.

Sendo assim, eu Caracoleta Mamã, quero que o meu miúdo me peça autorização para:

- Pentear-me com as suas mãozinhas assustadoras e capazes de assassinar fios de cabelos, deixando poros dolorosamente viúvos pela cara metade. Com escova tudo bem, com mãos, senhor meu filho, é preciso autorização prévia e requerimento enviado por correio registado. E não há cá trocas a meio do penteado, é escova até ao final ou terás de questionar "Senhora Dona Mamã, posso usar agora aos mãos neste bocadinho de cabelo que ainda te resta?"

- Fazer birras. Imediatamente antes de se atirar para o chão a bracejar e espernear num lago de baba e ranho porque não o deixo ir de pijama para a escola, quero que o moço pergunte diligentemente: " Senhora Dona Mamã, posso fazer uma birra? Muito feia e muito grande? Por favor?" Assim é que é bonito e de menino bem educado, capaz de perceber o consentimento do outro.

- Sujar-se na lama. (aplicando a mesma regra das birras e sempre precedido do título 'senhora dona Mamã', que o respeitinho é muito bonito e está em vias de extinção)

De momento são as que me ocorrem. Qu'isto agora é tanta autorização entre pais e filhos que daqui a nada não temos lar nem família, temos repartições de laços entre seres com o mesmo ADN. Agora vou só ali terminar de preencher o impresso 156 do modelo 7, que preciso que o miúdo rabisque para lhe poder dar banho logo à noite. (Em miúdos até aos dois anos é o modelo 6, que é impresso num papel resistente à baba. De nada.)

Deixem-me só mostrar-vos isto

 Atire a primeira pedra quem nunca associou, ainda que de si para si, o ginásio ao filme. Pois bem, alguém tinha de o fazer mais a sério. 

Obrigada à malta que alinhou e permitiu que isto fosse possível. 

 

Nota: o som não tem grande qualidade, as minhas desculpas por isso e espero que as gargalhadas e efeito final superem essa lacuna. 😉

Pág. 2/2