Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Plágio para totós

Hoje, quis a minha dor de garganta que ficasse pelo sofá à hora de almoço, em vez do habitual treino. Como tal, passou-me pelos olhos a publicação de Sei lá eu ser mãe, sobre a bebé Matilde e os mais recentes sururus. 
Li, gostei a fui à minha vida. 
Ora, qual não é o meu pequeno espanto, quando vejo o mesmo texto replicado num grupo de mães a que pertenço. 
Não partilhado, mas copiado e colado, sem qualquer crédito ao autor original. 
Cúmulo: mesmo depois de vários alertas sobre a autoria do texto a pessoa diz que "ah e tal, não é meu, mas como estamos num grupo não faz mal". 
Ai foda-se, pró caralho, que até falo mal. 
Alguém acrescenta a cereja "credo! Até parece que o texto vai ganhar um Nobel". 
Ai foda-se pró caralho, que até falo mal. 
Eu acredito, mas acredito mesmo, que grande parte dos copiar/colar não sejam maldade. Acredito que a pessoa não veja mal nenhum, que não tenha pensado, de todo, que está literalmente a gamar. Por isso, no mínimo, o que eu gostava mesmo muito que acontecesse nesses casos seria:

Bárbara:

- Olhe, o texto de facto é muito bonito, mas esqueceu-se do autor. 


Gertrudes:

- Oh, cabeça a minha! nem pensei nisso, vou já editar e colocar os créditos.

E ambas seguiam felizes e contentes, facebook fora. 
Claro que o mais fácil e prático seria a partilha, mas enfim a malta gosta de ir a Braga para dar um salto a Lisboa e pela-se por mais trabalho. O Markito é que pensou mal quando criou aquele botão. Na realidade aquilo é só um bibelot do facebook, um pequeno mono de estimação.

Mas não é isso que acontece. A malta não faz por mal, é alertada, assume e não corrige. 
Jamais entenderei as pessoas.

Por isso, e porque fiquei deveras com possuída pelo deus da honestidade e dos bons costumes, elaborei um pequeno guia para saber o que é plágio e porque não o devem fazer:

1) Pegarias numa peça de uma vizinho, coloca-la-ias na tua casa só por ser bonita, sem dizer que era o do Miguel do 3o esquerdo? Não, pois não? É a mesma coisa. Só que aqui o vizinho não vê que lhe gamaste a peça, portanto, não pode reclamar.

2) O teu filho/a escreve um texto numa folha em branco. Um colega surrupia e entrega a um professor como sendo seu. Bonito, não é? É exatamente a mesma coisa.

3) Escrever DÁ TRABALHO, porra! Muitas vezes é mesmo só isso dá: trabalho. E outras tantas vezes, a única coisa que o autor recebe é o reconhecimento, que ainda não paga contas, que eu saiba, mas que é sempre bem-vindo.

4) Lá porque há textos bons, não quer dizer que ganhamos todos o prémio Nobel. Usar esse argumento para copiar/colar é só estúpido. (Este é uma espinha no meu esófago, foda-se que lata! )

5) A honestidade, os bons valores, a boa moral e a integridade ainda cabem no Facebook.

6) A Gertrudes copiou, sem maldade. A Esmeralda copiou, sem maldade. A Genoveva copiou, sem maldade. A Rosa copiou, sem maldade. A Antonieta copiou, sem maldade. Até o Abel copiou, sem maldade, mas agora não se sabe de quem é o texto, quem é que queimou os neurónios à procura de sinónimos e palavras e até a Tia Aurora agora diz que é dela.

7) Não faças do botão PARTILHAR um bibelot.

Sê responsável, partilha as publicações. Diz não ao plágio.

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

foto do autor

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D