Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Caracoladas

- Mamã, eu sou a Elsa e tu és a Ana. Eu vou para o meu quarto, tu bates à porta e cantas os bonecos de neve, ok?

- Ok!

- Ai, vou para o meu quarto.

Segundos depois lá bato à porta e canto:

- Vem fazer bonecos de neve 
Há um que é só teu 
Tenho tanto para contar 
Deixa-me entrar 
O que é que aconteceu?

A revirar os olhos e com ar de enfado, abre a porta e diz:

- Ai Ana, tu és tão chatinha. Agora não posso, vou para longe, fazer um castelo de gelo só para mim.

Sempre achei que a Elsa tinha problemas de personalidade. Nunca pensei foi que até um miúdo fosse capaz de os perceber.

Caracoladas

No dia dos namorados fiz um bolinho de manhã, antes de vir para o trabalho (sim eu faço coisas antes de vir trabalhar, não perguntem muito, ok? 🙄), nada muito elaborado apenas um bolo de chocolate de dois ingredientes e como de costume o rapaz pediu-me para rapar a taça. Disse-lhe que sim e quando dou conta tem a cabeça enfiada lá dentro com o chocolate a deixar um rasto quase até às orelhas. 
Mudei de estratégia e disse-lhe:

- Olha filho, vamos fazer antes o seguinte: rapamos parte desse chocolate para a tua caneca do leite e hoje tens leitinho de aveia com chocolate. Que me dizes?

Ficou todo contente e lá metemos o salazar ao barulho. 
Ele ficou a beber o seu leite com chocolate especial, feliz da vida, enquanto eu fui buscar a roupa lavada à lavandaria. Quando chego deparo-me com o este cenário:

Miúdo em pé numa cadeira em frente ao balcão a despejar o leite da caneca para a taça.

Quando lhe pergunto que raio está a fazer responde com a sapiciência dos seus quatro anos:

- Ainda tinha aqui muito chocolate, mamã. Assim não há tanto desperdício porque há meninos que não têm.

Pumbas! 1-0 à cara podre sem dó nem piedade. Recompus-me rapidamente e continuei:

- E depois como tencionas beber isso? Ainda vais fazer asneiras...

... E levar por cima, tive vontade de acrescentar. Levei como resposta:

- Com uma palhinha.

Posso jurar que ouvi o "Dahhhhh" nas entrelinhas.

Caracolinho 2 
Mamã 0

Caracolinho

- Mamã, as vaquinhas têm leite? 
- Têm sim Caracolinho. 
- E os senhores puxam o leite delas? 
- Puxam, filho. Mas não deviam... 
- Pois não! Porque o leite delas é dos bebés delas.

Nunca lhe falei sobre a ordenha, já a sobre a segunda parte falámos pela primeira vez ontem. 
E nós? Quanto tempo mais precisaremos para perceber o mesmo?

Caracolinho armado em miúdo saudável


Chegou ao pé de mim com uma taça vazia e disse:

 



- Pega Mamã! Fiz este bolinho para ti!



- Uau Filho! Obrigada, tem um cheirinho muito bom. É de chocolate?



- Não Mamã. O chocolate faz aranhas nos dentinhos. É de salada! Toma é muito bom!

 



Fiquei na dúvida se me estava a chamar gorda, se apenas repete o ouve cá por casa. Vou acreditar na segunda, mas pelo sim pleo não, vou almoçar uma saladinha

Caracolinho Poliglota

Domingo, dia de casamento, calhou sentarmo-nos na mesa de uns convidados alemães. 
Ora, tudo o que eu sei de alemão aprendi com o José Cid e nos episódios do Rex, o cão polícia, pelo que a conversa decorreu num inglês amarfanhado e bastante arranhado da minha parte.
A páginas tantas, Caracolinho quis meter conversa com a senhora e desatou numa ladaínha animada, recebendo sorrisos como resposta. 
Expliquei que não compreendiam o que lhes dizia, porque falavam noutra língua - o inglês. 
Riposta rapidamente:

- Oh! Eu sei falar inglês! - vira-se para a senhora novamente e acrescenta: - Pink é cor de rosa em inglês. Eu sei dizer pink!

Tem sucesso garantido em línguas estrangeiras! 

Argumentos desarmantes

Estamos com um grupo de amigos, em amena cavaqueira, quando o chamo a atenção para finalizar o seu lanche TODO dada a impertinência anterior para o ter. Estou eu ali, a exercer o meu poder de mãe, a modular a minha voz de "bamby" para voz de comando num discurso sobre birras e terminar tudo o que pede sem deixar uma migalha ou gota. quando ele contra-argumenta de forma muito séria e sentida:

- Oh Mamã! Tu és tão linda!

Como é que se dá seguimento ao sermão depois disto?